Parto normal ou cesáreo?

Já fiz pré-julgamentos e tive preconceito com algumas coisas envolvendo maternidade antes de ser mãe. A gente descobre que é fácil falar e que nada conta mais do que o nosso sentimento na hora de tomar uma atitude ou decisão com relação ao nosso filho. Com relação à parto normal ou cesáreo, é a mesma coisa.

Sendo assim, hoje quero desabafar sobre como me sinto como ouço/leio/vejo pessoas falando sobre tipos de parto. Seja parto normal ou cesáreo eletivo, humanizado com doula ou cesáreo por necessidade, ninguém é mais ou menos mãe de seu filho baseado na forma como ele veio ao mundo.

Parto normal ou cesáreo? 

Hoje li um blog duma mulher defendendo o parto humanizado. Passou a gravidez toda se preparando para o momento do parto e conseguiu ter seu filho como queria. Eu admiro as mulheres que engravidam e já se decidem pelo parto natural. Acho bem bonita a coragem que elas têm.

Claro que o parto normal traz menos riscos ao bebê e os médicos precisam dizer isso às suas pacientes. O parto cesáreo é mais arriscado por se tratar de uma cirurgia, onde cortam sete camadas entre pele, músculo e o próprio útero. Existe mais risco de desconforto respiratório ao nascer. A parturiente precisa estar ciente de tudo isso.

Sempre quis ser mãe mas nunca consegui me imaginar passando pelo parto normal. Morro de medo de sentir dor (Não que a cesárea não doa, né?). Mas, se preciso fosse, encararia. Com a Mônica, não tive escolha. Me disseram que ela estava em sofrimento fetal, com cordão enforcando, e que eu precisaria fazer a cesárea. Fiz. Durante o parto viram que ela estava quase sem líquido. Foi tudo ótimo. A cesárea se provou necessária. A recuperação nem foi tão ruim assim. Sem contar que acho que preferi ter pontos na barriga do que naquela outra parte.

Sou menos mãe da minha filha por isso? Li certa vez que o parto normal desencadeia o “hormônio do amor”, a ocitocina. Mas a gente vê por aí tantos casos de depressão e tristeza pós-parto, vai dizer que é só de mães que tiveram bebês por cesárea…

No meu caso com os trigêmeos, parto normal é mais arriscado. Com certeza farei cesárea novamente. E tenho medo, claro.

Leia sobre o nascimento dos trigêmeos!

Não sou uma defensora do parto cesáreo, apenas acho que a mulher não deve ser julgada por ter optado por ele, se no momento, foi a melhor decisão. E depois que passa, todas somos mães. Umas melhores e outras piores, mas não é o fato de ter esbugalhado ou não a perereca, ter cortado ou não a barriga, que vai decidir isso.

9 comentários

  1. Minha opinião a respeito do parto é de que deve ser feito aquilo que for necessário e melhor para o nasciturno, pois sabemos que a mamãe sofre com as dores do parto, mas os bebes também sofrem com a separação do útero onde viveu e desenvolveu durante os meses da concepção até o nascimento, período que realmente conta, pois neste período, começa um grande amor e uma grande amizade, ele sente que é querido, que é amado, que é esperado. Tive meus dois filhos de cesária necessária mas mesmo que não fosse era nossa opção, e acredito que não há razão para se sentir menos mãe. Coragem querida, faça o que tiver que ser feito desde que seja o melhor para ti e para os bebes, te desejo muita sorte, muita luz e muitas bênçãos na certeza que terás tudo na hora certa, conta comigo para o que precisares, bjos. para todos.

  2. Natália

    No meu ponto de vista, o melhor parto é aquele que é melhor para o bebê. Sabemos claramente que o melhor é o parto normal por proporcionar o trabalho de parto que serve para amadurecimento de diversos sistemas do bebê, mas a cesariana quando necessária para salvar a vida da mãe e/ou do bebê com certeza é bem vista, discordo que a mesma tem que ser feita pq a mãe tem medo de parir.

    1. Michele Kaiser

      Concordo com você. Esse assunto é sempre polêmico. A mulher, na minha opinião, deve se informar sobre todos os tipos de parto e confiar em seu médico. Obrigada por comentar, Natália! Abraço!

  3. sarah

    ola MICHELE… Sou sua fã numero 1 rs seus post inumeras vezes me fez ser mais forte… tive minha bb com 19 anos e meu sonho era o parto normal, porem nao deu certo, ela estava com o cordao no pescoço… mas cheguei ter contraçoes… e digo prefiro a dorzinha insuportavel as vezes na hora de levantar depois de uma cesarea mas nao quero contraçoes nunca mais.. que dor insuportavel Jesus amado. minha filha vai completar 5 meses, nao mamou em mim por muito tempo apenas 20 dias. tem uma boa saude nem gripe nao teve ainda. parabens sempre que passo por algo desesperador me lembro de vc. tive começo de depressao pos parto mas minha familia sempre unida me ajudou muito. parabens a vc uma super maezona… eles vao crescer e ser orgulhosos de vc. sao lindos e a MONICA uma boneca. sou encantada nela. bjooos

    1. Michele Kaiser

      Obrigada pelo carinho, Sarah! Isso é engraçado, sei que tem pessoas que pensam em mim quando estão em situações difíceis. Mas é isso mesmo. Temos que ser fortes para segurar a barra. E se eu, com quatro, sobrevivi, você vai tirar de letra! Beijos!!!

  4. Samantha

    Certíssimo! Impossível vc ter mais razão nesse texto kkkkk

    1. Michele Kaiser

      kkkkkkkk! Que bom que vc concorda! Bjs!

    2. Michele Kaiser

      Hehehehe. Obrigada!! 🙂

Deixe seu comentário