Certidão de nascimento

Uma coisa que parece óbvia para nós é sairmos de casa com nossa bolsa, carteira e documentos, certo? Pois notei que havia esquecido de inserir esse item importante e básico na lista do que levar em nossa viagem: a certidão de nascimento das crianças!

Durante minha gestação trigemelar, a única vez que viajei foi em junho de 2013. Fui para Porto Alegre no casamento de minha irmã. Havia reservado quarto num hotel bem próximo à igreja para poder chegar, me acomodar, arrumar a Mônica e à mim mesma e sair com calma. Mas, quando chegamos ao dito hotel e fomos fazer o check-in, me pediram a certidão de nascimento da Mônica. Eu havia esquecido!! Pedi, implorei (só não me ajoelhei porque não foi possível), para que aceitassem a caderneta da saúde da criança ou o cartão do plano de saúde (esses eu havia achado importante e levei) como prova de que éramos pais dela. Depois de quase uma hora de choradeira, eles aceitaram o cartão do plano pois lá tinha o nome do meu marido e ela constava como dependente.

Certidão de nascimento tem que ser exigida

Sabe de um coisa? Eles tinham toda a razão em me solicitar aquele documento. E a errada na história era eu, que nunca me lembrava de levar a criança com os documentos. Desde aquele dia, depois de todo aquele stress, colei a certidão de nascimento original dela na capa interna da carteira de vacinas. Tenho duas originais. Uma é a que a gente ganha quando registra a criança (todos têm direito a uma gratuita), a segunda pagamos para ter duas por qualquer eventualidade. Quando os meninos nasceram, fiz a mesma coisa. Agora, nunca me esqueço de levar. Quando vou à consulta médica, quando vou à casa da sogra, qualquer lugar.

certidão de nascimento e cadernetas trigêmeos

Você já viu uma certidão de nascimento de trigêmeos? Apaguei alguns nomes e números para preservar o nenê.

certidão de nascimento trigêmeos

Por serem trigêmeos, é preciso constar no documento o nome completo e matrícula dos irmãos.

Não esqueça de andar com os documentos dos seus filhos! Há quem faça o documento de identidade (RG) já desde bem pequenos também, para ter as digitais registradas. Eu ainda não fiz.

Até mais!

4 comentários

  1. Aqui em São Paulo, além da certidão tradicional, é feita uma cópia em formato de RG justamente para facilitar aos pais o transporte deste documento. Ando com as 4 sempre que estou com as crianças. Assim a original fica preservada guardada em casa.
    Já pensei em tirar RG deles… vou só esperar os 3 ficarem um pouquinho maiores, mesmo por questão de segurança devido às digitais registradas.

    1. Michele Kaiser

      Com trigêmeos é mais difícil sair de casa para providenciar os documentos, né? Mas em breve também farei isso. Um abraço, Andréa!

  2. Viviane

    Porque não tira a carteira de identidade deles, é super pratica, fácil, e de graça… aqui em BH a agente agenda pela internet… chega no local não tem fila… e em 3 dias a carteira esta pronta…

    1. Michele Kaiser

      É uma boa ideia. Meu próximo passo. Marcarei para um dia em que meu marido tem folga. Obrigada!

Deixe seu comentário