Nossa adaptação à nova rotina

Se passaram 10 dias do nosso novo ciclo, onde não tenho mais a ajuda dos meus pais diariamente. Confesso que muito temi esse momento, quando estivesse sozinha com os quatro filhos e o marido. Mas também confesso que estava ansiosa por ele. Tinha vontade de ver como eu ia me virar e se, afinal, eu seria capaz de tomar as rédeas da minha casa e de minha família.

Uma leitora do blog me disse que, tendo passado por situação parecida (onde venceu o prazo da ajuda da irmã dela com as filhas gêmeas), viu-se em pânico pensando que não daria conta do recado. Foi quando uma mãe, em um grupo de mães de múltiplos, abriu-lhe os olhos (e ela, por consequência, abriu os meus): “a gente acostuma com a ajuda”. Como ela pode ter tanta razão?

Acabei deixando minha mãe tomar conta de várias coisas que eu poderia ter tomado conta sozinha. Por comodismo, por carência, pra receber colinho de mãe, fui deixando ela organizar tudo. No início, jamais teria conseguido sem a ajuda dos meus pais. Além do trabalho ser grande, eu tinha muito medo. Muitas responsabilidades. Eu não tinha a coragem que me diziam (“Nossa, trigêmeos? Que coragem!”). Fui adquirindo bravura pra cuidar deles aos poucos.

Hoje, tentando colocar a vida em ordem (e, obviamente, ainda em testes de funcionamento em vários quesitos), posso ver que, realmente, havia me acomodado. Mas, quando a água bate na b**da, a gente aprende a nadar. É ou não é?

Resolvi mudar algumas coisas da nossa rotina pra conseguir fazer sozinha. Tenho dado tanto o almoço como a janta a eles ao mesmo tempo (e não individualmente como antes fazíamos). Preparo um superprato e vou dando uma colherada para cada um. Se não estão muito contentes em esperar, ligo no iPad um vídeo.

002 Caras de impacientes porque estão com fome e mamãe não pára de fotografar.

Na hora do banho, era minha mãe quem preparava a água, dava o banho e depois me entregava para secar, arrumar e vestir. Depois, aquele tomava mamadeira enquanto iniciava o processo do próximo. Agora resolvemos dar o banho nos três ao mesmo tempo e deu certo! Enquanto meu marido lava um nenê, os outros ficam brincando na água. Ele enxágua com o chuveirinho para limpar com água limpa.

banho 12012015

A Mônica toma banho comigo no chuveiro antes do início do banho deles. Toma o banho e dorme (às 21h30, às vezes não quer e demora mais). Alguns dias, nossa babá vem de manhã e fica até às 18h. Outros dias, ela vem somente à tarde e fica até o horário dos banhos. Optamos por ela dormir aqui nas sexta e ficar até meio-dia de sábado. Por enquanto, nossa rotina geral tem sido assim:

rotina 13012015

Claro que algumas coisas estão bem mais difíceis. Cozinhar não é uma paixão minha e não tenho muita aptidão para isso. Minha mãezinha estava responsável por essa área. Pensar e planejar, na noite anterior, o que farei de almoço no dia seguinte me irrita profundamente. Lavar louça toda a hora também. Lavar roupas aos montes. Pendurar no varal. Coisas de dona de casa que preciso voltar a tomar gosto. Pelo menos tenho uma faxineira semanal que passa toda a roupa.

Por outro lado, nosso relacionamento com os bebês está melhor e mais intenso. Sou professora de inglês particular e, devido ao período de verão e férias, tenho vários alunos viajando e tenho trabalhado cerca de 3 horas por dia (e só de segunda a quinta). Estou passando bem mais tempo com eles, podendo curti-los e observá-los. Nossa ligação está ficando mais estreita e estou gostando muito disso. Meu marido também está dando mais atenção à eles, brinca mais e o momento do banho tem sido a diversão dos quatro.

Concluindo, então… Agora, posso dizer pra minha mãe que ela pode ficar tranquila: aqui, aos poucos, está tudo entrando nos conformes!

Até mais!

11 comentários

  1. Luísa Reis

    Qual deles está olhando para a foto da hora do almoço? To apaixonada por aquela carinha de impaciente <3

    1. Michele Kaiser

      É o Murilo! Hehehehe

      1. titia Marina

        bah, jurava que era o Matheus!

  2. veralucia faé

    Michele parabens, adaptação às novas necessidades. Com amor e paciência vai em frente. Vou dar uma dica de tia. Vc é tão organizada, por que não prepara um cardápio para os dias da semana, assim vc não se desgasta pensando o que irá fazer na refeição.Beijos te amo.

    1. Michele Kaiser

      Obrigada, tia! Essa é uma boa ideia? Um beijo!

  3. Veralice

    Era tudo isso que eu ( mãe) queria ouvir. Saber que vocês estão encontrando e aplicando suas próprias fórmulas para este novo ciclo me deixa bastante tranquila e feliz. Beijão a todos.

    1. Michele Kaiser

      Estamos sentindo saudades, mãe! Mas estamos nos virando! Um beijão e aproveitem a praia.

  4. Thayanne

    Fico feliz por vocês e também confiante de ver que sempre conseguimos fazer o que nos foi solicitado. O medo sempre tenta nos parar. Deus não nos prova acima do que possamos suportar.
    Parabéns, imagino que não seja nem um pouco fácil, mas que tenha força e alegria todos os dias. Te admiro. 😀

    1. Michele Kaiser

      Obrigada, Thayanne! Tudo se ajeita. A gente se adapta. Um abraço!

  5. Bruna

    ai Michele eu fico sempre tentando desvendar quem é quem. Você como Mãe erra algum momento qual deles é o Murilo, Marcelo ou Matheus? Bjs e parabens pela família linda, principalmente a Moniquinha! =D

    1. Michele Kaiser

      Não erro, não! Kkkk… A gente convive e sabe bem direitinho. Até a Mônica sabe. Um beijo!

Deixe seu comentário