Cama compartilhada (à força)

Cama compartilhada é um tema meio polêmico. Alguns praticam e defendem, outros criticam e acham um absurdo.

Dentro do tema attachment parenting ou “criação com apego”, defende-se muito a prática da cama compartilhada desde o nascimento do bebê. Facilita a mãe em vários aspectos, o principal para mim: não precisar levantar de madrugada para dar de mamar. Mas a razão principal de se dormir junto ao filho é o apego mesmo, o carinho, o abraço de dormir juntos, coladinhos. Existem alguns mitos sobre o assunto. Um deles é o risco de morte do bebê por asfixia, afinal, os pais podem esmagá-lo e deixá-lo sem ar. Por isso, deve ser praticado com cuidado, o bebê deve ficar entre a mãe e a parede, com proteção. Outro mito é a intimidade do casal, que pode ser perdida. Não acredito nisso.

Quando tivemos a Mônica, ela dormiu em um bercinho pequeno em nosso quarto até os três meses. Depois disso, eu a colocava no quarto dela e usava babá eletrônica. Usei a tal babá até um ano e pouco, quando deu uma interferência e me irritei e parei de usar. Nunca usei com os meninos.

Eu já estava grávida dos meninos (ainda não sabia que eram três!) quando Mônica teve roséola infantil. Como ela tinha febre alta na madrugada, ela dormiu conosco durante uma, duas, três noites. Fui deixando ela em minha cama, deixando, deixando… Os meninos nasceram e achei muito difícil tirá-la naquele período. Deixei mais alguns meses. Faz apenas cerca de dois meses que ela ganhou uma cama de carruagem de princesa e foi para o quarto dela.

Com os meninos foi diferente. Tentamos colocá-los em nosso quarto em um bercinho, os três juntos, mas achamos difícil cuidá-los daquela forma. Decidimos colocar cada um em seu berço em seu quarto e um de nós passar a noite lá. Com o passar do tempo, contratamos a babá noturna, que dormia (ou ficava acordada) no quarto deles, em um colchão no chão. Em janeiro desse ano, a babá passou a vir durante o dia e deixamos de ter babá à noite.

Há dois meses retiramos as grades dos berços e os meninos passaram a dormir em mini-camas. Mas foi apenas 15 dias atrás que os sapecas começaram a fugir para nossa cama de madrugada! Começou com o Matheus, que todas as noites, lá pelas 4 horas, aparecia no quarto. Tentávamos fazer dormir no colo para devolvê-lo ao berço, mas ele ficava com os olhos arregalados como quem dissesse: “o que vocês estão esperando para me colocar na cama?”. Aí, há umas quatro noites, o Marcelo começou a vir também! É o meu marido quem dorme no lado da porta em nosso quarto, então, quando as crianças vêm pro quarto, ele só puxa para cima da cama! Essa manhã, me acordei com Matheus e Marcelo dormindo no meio de nós…

Solução para o problema? Por enquanto não estou buscando! Adoro dormir agarradinha com filho e acho uma delícia eles fugirem para o nosso quarto! Só o Murilo que ainda não veio, mas já percebi que ele adora se espalhar bem e dormir na própria cama. Pelo jeito, a solução não será tirá-los de lá, mas trocar a cama queen size que temos por uma super king size!

Até mais!!

8 comentários

  1. Ellen

    Eu super concordo, não tem porque tirar as crianças de onde elas querem dormir, na minha opinião pais que não deixam as crianças dormirem com eles acabam perdendo oportunidades valiosas de criar laços de amor com os filhos e também acaba afastando as crianças dos pais. Parabéns Michele, você é uma ótima mãe! Os pequenos príncipes e a princesa estão sendo muito bem criados!! Felicidades e tudo de bom!! Amo seu canal, blog e tudo tudo tudo!! Um beijão nas kids!!

  2. Priscila

    Sou super a favor de dormir junto, não “por estar na moda” , não por praticidade, simples e puramente por amor!! Assim que meu filho nasceu trocamos nossa cama de casal comum por uma king, então nós três cabemos com folga na cama. E arrisco dizer que se no futuro vier mais um (dois ou três) filho por aí, vai dormir na cama junto!!
    Tem coisa mais linda que aquele sorriso sonolento de manhã???
    beeijo

    1. Michele Kaiser

      Hehehehe! Também adoro. Beijos!

  3. Debora Lana

    Eu comecei compartilhar a cama por pura praticidade,mas acabei me apegando cada vez mais ao cheirinho dele…..amo dormir juntinho.

    1. Michele Kaiser

      Também amooooo! Que coisa gostosa, né?

  4. Mariane

    kkkkkk, por aqui a figura tb vem p o nosso quarto lá pelaas 5h…e trás a ‘nana’ e o travesseiro junto!!! kkkkk é muitoo bom, compra uma king pq se os quatro resolverem kkkk! Um beijo querida, adorei o post como sempre.

    1. Michele Kaiser

      Falando sério, vou fazer orçamento de uma cama maior!

Deixe seu comentário