Organizando o quartinho do bebê

Nesse post, a gestante de trigêmeos Monique Fena traz para a gente algumas dicas de como organizar o quartinho do bebê. No caso dela, que espera os trigêmeos Pedro, Lucas e Julia, a organização é muito importante. Mas as dicas que ela traz podem ajudar todas as mamães que estão na espera ansiosa por seu(s) bebê(s). Vamos conferir?

“Quando me vi grávida de trigêmeos, me passaram várias dúvidas pela cabeça. Gravidez, enxoval, amamentação, parto, exames e etc. Mas confesso que encontrei certo tipo de dificuldade em achar informações sobre como organizar o quartinho dos bebês. Dúvidas simples de como, por exemplo, lavar as roupinhas ou organizar por tamanho.

Eu contei com a ajuda da Personal Organizer Juliana Maciel, que montou todo o quartinho dos trigêmeos com o maior carinho. A ajuda dela foi de essencial importância para sanar as muitas dúvidas que eu tinha quanto à higiene e organização.

Por isso resolvi dividir com vocês tudo que aprendi com ela e como ficou o quartinho. A organização do quartinho do bebê traz muitos benefícios para nós mamães, pois facilita encontrar itens de maneira rápida e deixar os de maior utilização sempre à mão.

Sobre a lavagem das roupas

Como a pele do bebê é muito sensível, principalmente dos prematuros, o ideal é lavar tudo antes do primeiro uso. Seja roupinha, lençol ou kit berço.

Não existe uma regra sobre o momento em que você deve começar a lavar as roupinhas, mas geralmente em uma gestação de feto único, as gestantes iniciam a partir da 30ª semana. Como a gravidez trigemelar tem toda uma particularidade, acredito que o momento ideal seja a partir da 20ª semana.

Não é necessário lavar todo o enxoval de uma vez. Talvez seja melhor você optar por lavar as roupas de tamanho RN e P.

quartinho do bebê saquinho

saco para lavar roupas

As roupas podem ser lavadas a mão ou na máquina de lavar, contanto que você utilize um sabão de coco ou neutro. O ideal é que você higienize a máquina de lavar antes do primeiro uso. Algumas já possuem essa função para facilitar o dia-a-dia. Use a opção “roupas delicadas” na função da lavadora. Se preferir, você pode optar por utilizar um saco para lavar roupas daqueles transparentes (foto). Eles ajudam a não dar bolinha nas roupas e são muito úteis para lavar peças pequenas como meias, luvas e toucas.

Ideal é também separar as lavagens por cor, como branca, coloridas e escuras. Antes de estender as roupas no varal, você pode passar um pano com álcool, pois como eles ficam no tempo, acumulam muita poeira. Você pode optar por não usar prendedores de roupa, pois por elas serem muito delicadas, marcam facilmente.

Para finalizar, você pode passar as roupinhas pelo lado avesso, para que o calor do ferro mate as possíveis bactérias que ainda possa existir.

A organização do quartinho do bebê

O quartinho do bebê deve ser bem setorizado e organizado. O ideal é sempre somente uma pessoa arrumar tudo, assim a organização funcionará, pois tudo voltará para o lugar definido após ter sido utilizado da maneira correta.

Dê preferencia por higienizar os armários e as gavetas com álcool em gel, antes de guardar as roupas.

Setorização das fraldas: deixe sempre os tamanhos menores mais acessíveis que os maiores, assim você ganha tempo na hora que precisar pegar rapidamente um novo pacote.

quartinho do bebê fraldas

quartinho do bebê higiene

Os cestos organizadores são excelentes para setorizar as miudezas como: meias, luvas, sapatinhos, paninhos de boca, babadores, entre outros.

quartinho do bebê roupas

As colmeias organizadoras são perfeitas para todos os tipos de roupas, principalmente os bodies. Elas são fáceis de encontrar e existem em diversos modelos. Você pode utilizar uma colmeia para cada tipo de roupa: manga curta, manga longa, sem manga e também segmentar por tamanhos (0-3 meses, 3-6 meses, 6-9 meses e assim por diante). Desta forma consegue-se utilizar uma gaveta e colocar vários itens sem se confundir.

Etiquetas na organização do quartinho do bebê

As etiquetas são essenciais para a identificação e auxiliam na manutenção da organização. Você pode fazê-las no computador e colar com durex ou utilizar aquelas maquininhas etiquetadoras. Na foto a seguir, “SM” significa “sem manga” e ML “manga longa”.

quartinho do bebê roupinhas

Quando for pendurar as roupinhas no cabide é essencial colocar apenas uma por cabide a fim de não perder nenhuma roupa de vista e acabar não utilizando. Lembre-se: “O que não é visto não é utilizado”. É legal pendurar também sempre da menor roupinha para a maior a fim de acompanhar a perda das roupinhas e conseguir liberar o espaço para as próximas de acordo com o crescimento da criança, evitando então aquele acúmulo de roupas que já não servem mais no bebê. Você pode também utilizar divisores entre os cabides para facilitar essa identificação.

quartinho do bebê cabides

Nas prateleiras organize tudo em pilhas de forma que você consiga visualizar tudo que tenha nela. Isso é muito importante inclusive para a manutenção da organização. Para facilitar, utilize as fitas com identificação.

quartinho do bebê lençóis

quartinho do bebê paninho de boca

Se você optou pela cômoda como trocador, utilize a primeira gaveta para os itens com maior utilização como fraldas, pomadas, lenços, escova de cabelo, chupetas e etc. Isso é extremamente importante na hora de trocar o bebê para que você não o deixe sozinho no trocador em momento algum.

quartinho do bebê trocador

Eu optei por guardar as roupinhas maiores de 6 meses nas gavetas de baixo dentro de sacos plásticos com zíper, daqueles que vem com lençol. O legal é que você reutiliza sem gastar.

quartinho do bebê trocador

Essa organização parece ser muito trabalhosa, mas não é. E acredite ela funciona muito bem. Assim ganhamos um tempinho a mais para curtir ainda mais nossos bebês. Até logo!”

—————————————————————–

AuEtzaddP0WqPFYfprEXoGFo--JO-LJlysPP2exiqUAsA mamãe Monique Rose Fena de Paula, 31 anos, trabalha como Gerente de Projetos de TI. Atualmente está em casa fazendo repouso pois está grávida de trigêmeos na 28ª semana de gestação. Monique descobriu que esperava três bebês em 14 de setembro de 2015, dia que completava dois anos de casada. Ela engravidou naturalmente dos trigêmeos Pedro, Lucas e Julia.

4 comentários

  1. Angela Martins

    Eu fui babá dos gêmeos da atriz Elizabeth Savala e Marcelo Pichi.

    1. Michele Kaiser

      Que legal, Angela. Um beijo!

  2. Vivian

    Adorei seu post Parabéns !!
    Estou na 29 semana de gestação trigemelar.
    São duas meninas e um menino!
    Tb já está tudo organizado aqui em casa … fiz muitas coisas parecidas contigo 😉
    Bjos

Deixe seu comentário