Quando fazer repouso na gravidez

Nesse post, a gestante de trigêmeos Monique Fena fala um pouco sobre as recomendações dos médicos quando há necessidade de fazer repouso na gravidez.

repouso na gravidezQuando uma gestante é aconselhada por médico a fazer repouso, seja ele absoluto ou relativo, junto com ele vem o medo e as dúvidas sobre o que pode ou não ser feito. Isso assusta a gente no começo, pois muitas estão acostumadas a levar uma vida corrida, seja com trabalho, faculdade ou até mesmo outros filhos. É difícil sair da rotina e ficar de repouso, mas acredite, é o melhor a ser feito.

Há inúmeros fatores que levam um médico a receitar o repouso durante a gravidez, seja ela de feto único ou gemelar.

Conheço mamães que precisaram de repouso absoluto por estar com o colo do útero curto (fino).  No colo do útero existe um canal cervical que fica aberto e tem a função de passar o fluxo menstrual e o esperma, quando a mulher não está gravida.

Durante a gestação, forma-se um “tampão” de muco e secreção para fechar essa abertura, protegendo o útero de infecções. Normalmente esse tampão só sai no final da gravidez, dilatando assim o colo para que o bebê possa nascer. Porém, há inúmeros casos em que o tampão sai no meio da gestação e começa então uma dilatação ou encurtamento do colo. O que pode ocasionar o parto prematuro. Caso seja diagnosticado rápido, pode ser controlado sem riscos para o bebê, pois esse tampão se regenera.

Quando o colo do útero encurta (afina), ele não engrossa mais. E esse é um dos muitos casos em que gestantes são levadas ao repouso na gravidez

Existem muitos outros casos em que o repouso é indicado, como por exemplo, descolamento de placenta, pré-eclâmpsia, sangramento, contrações, ou até mesmo para gestantes que já tiveram parto prematuro anteriormente.

Só o seu médico pode avaliar se o seu caso é de repouso absoluto ou relativo. Porém, estamos aqui para te ajudar com experiências anteriores de outras mamães.

Repouso na gravidez: repouso absoluto

É um dos mais chatos, pois a gestante não pode fazer nenhum tipo de esforço e algumas vezes tem que ficar internada em hospital para ser acompanhada diariamente.

Mas se o seu caso é repouso em casa, segue algumas dicas:

– Fique deitada o dia inteiro. Levante somente para ir ao banheiro e comer. Nos casos mais graves, como os de gestantes que estão internadas em hospitais, isso pode até não acontecer e ter que fazer tudo na cama com a ajuda de outras pessoas.

– Tenha um tablet ou notebook para poder assistir filmes ou séries, e navegar na internet.

– Tenha água e os remédios sempre à mão.

– Relação sexual: se o seu médico proibiu, deixe de lado o parceiro por um tempo. Pois com certeza terá riscos para um parto prematuro. Ele vai entender e te apoiar nesse momento.

– Hora do banho: se o seu desconforto é grande em ficar em pé, arrume um banquinho e tome banho sentada.

– Tenha uma pastinha com o seu cartão de pré-natal e seus exames sempre em mãos e talvez até uma mala de roupas separada, para o caso de uma emergência.

– Tenha alguém pra cuidar de você! Isso mesmo, seja marido, mãe, irmã, cunhada ou sogra. O importante é que você não tenha que cozinhar ou se preocupar com os afazeres da casa. Afinal é pela melhor das razões, o bem do seu filho.

– Massagem: se você tem alguém que saiba fazer uma boa massagem, peça! Provavelmente você vai precisar, pois ficar deitada ou sentada o dia inteiro é bem desconfortável. Então nada melhor do que relaxar. Peça o seu parceiro para fazer uma massagem na sua lombar e nas pernas. Você se sentirá bem melhor.

– Evite banhos quentes, pois o calor da água estimula a dilatação dos vasos sanguíneos e, por isso, pode provocar queda da pressão e mal estar.

Repouso na gravidez: repouso relativo

É um repouso um pouco melhor, pois dá à gestante a liberdade de realizar algumas atividades (com moderação, é claro).

Por ser de uma gravidade menor, não requer abrir mão de tudo. Provavelmente você está liberada para andar pela casa, cozinhar e talvez até trabalhar meio período. Mas isso vai do seu médico. Algumas mamães fazem repouso relativo em casa e outras podem até sair um pouco. Varia de caso em caso. Muitos médicos proíbem até dirigir, veja com o seu médico se esse é o seu caso.

O ideal nesse tipo de repouso é evitar qualquer tipo de esforço físico e até mesmo emocional.

O repouso é realmente entediante, os dias parecem não passar. Mas tire isso como umas férias. Se desligue do trabalho, dos problemas e apenas curta o seu momento.

Lembre-se: todo esforço será para o seu bebe. E eu tenho certeza que você seguirá a risca todas as recomendações que seu médico mandar. Afinal, tudo para tê-los em nossos braços com muita saúde e muito amor.

—————————————-

AuEtzaddP0WqPFYfprEXoGFo--JO-LJlysPP2exiqUAsA mamãe Monique Rose Fena de Paula, 31 anos, trabalha como Gerente de Projetos de TI. Atualmente está em casa fazendo muuuuito repouso pois está grávida de trigêmeos na 32ª semana de gestação. Monique descobriu que esperava três bebês em 14 de setembro de 2015, dia que completava dois anos de casada. Ela engravidou naturalmente dos trigêmeos Pedro, Lucas e Julia.

2 comentários

  1. Camila

    Ola
    Boa noite!!!
    Eu to de repouso absoluto desde as 25 semanas,agora estou com 32.Tenho muito medo de trombose,que medidas vc tomou?

    1. Michele Kaiser

      Não fiz um repouso tão absoluto assim. Eu ia ao banheiro e tomava banho normalmente. Ficava mais sentada. Fazia massagens uma ou duas vezes por semana para ativar a circulação. Um beijo e bom parto!

Deixe seu comentário