Como a gente organiza as roupas dos trigêmeos

A gente nunca separa as roupas dos trigêmeos porque a gente acha que isso dá muito trabalho. Aqui em casa, os meninos vestem o que serve e o que está limpo, assim bem sem frescura.

roupas dos trigêmeos

Depois do susto de descobrir a gestação dos trigêmeos, ficamos ansiosos para começar a montar o enxoval e, para isso, queríamos muito saber os sexos dos bebês! Até aposta rolou por aqui. Com 13 semanas, conseguimos saber através do ultrassom. Eu tinha um palpite de que eram três meninos e somente eu e mais uma amiga vencemos a aposta!

Eu esperava trigêmeos plurivitelinos, ou seja, dois idênticos e um diferente. Como eu já tinha a Mônica, eu queria que dois fossem meninos e o diferente fosse menina pois assim eu teria dois meninos e duas meninas. Mas, depois de descobrir que os trigêmeos eram do mesmo sexo, senti alívio em pensar em como seria mais fácil organizar tudo, especialmente as roupas que eles usariam. Ia ser muito mais fácil organizar o enxoval com peças de menino apenas e não de meninos e meninas misturado.

Eu acho mais fácil porque a gente costuma colocar todas as roupas que os meninos têm nos mesmos lugares. A gente ganha muita roupa usada de amigos, conhecidos e vizinhos e todas as peças são bem-vindas e geralmente estão em boas condições. Muitas coisas que os meninos têm já passaram por diversas crianças. Inclusive o uniforme da escola que vão estudar no ano que vem. Já recebemos algumas doações e quanto mais recebermos, melhor.

Optamos por fazer assim porque acreditamos que daria muito trabalho organizar separadamente as roupas de cada criança. No nosso gaveteiro, temos a gaveta dos pijamas, gaveta das camisetas, das calças, das meias, das toucas e mantas, das básicas de inverno, dos shorts de verão, etc. No guarda-roupas, colocamos todos os casacos e camisas nos cabides, os pijamas mais grossos, os sapatos, pantufas, lençóis, etc. Até as toalhas são de todos.

roupas dos trigêmeos

Quando ainda estava grávida, lembro que me sugeriram separar as roupas por cores. Como as cores predominantes das coisas que ganhamos eram azul, verde e amarelo, me disseram para separar cada cor como predominante para um dos meninos. Assim já ajudaria até a identificar as crianças. Quando a gente opta por um coisa, não quer dizer que a outra opção não seja boa ou que a gente não goste da outra opção. Nesse caso, preferi misturar tudo mesmo. Imaginei que ia ter que desobedecer meu próprio sistema às vezes ao ter que colocar verde no menino que só usa azul porque todas as peças azuis estão sujas.

Roupas dos trigêmeos iguais

Não gosto muito de vestir os meninos iguais porque de costas fica difícil de identificar. O único momento que eu gosto de fazer isso é quando levo eles a algum lugar cheio de gente. Nesse caso, fica mesmo mais fácil de achá-los se algum sair correndo. De forma geral, só visto igual se temos uma ocasião especial. Aí sim gosto de deixá-los ainda mais parecidos. Escrevi há alguns meses os meus 5 motivos para eu não vestir os trigêmeos com roupa igual. Dentre eles está o fato de a gente querer preservar a individualidade de cada um.

Mas sim, de vez em quando a gente gosta de deixá-los iguaizinhos. Mas temos poucas peças iguais. Esse conjuntinho da foto abaixo é composto por uma blusinha com capuz, que foi um presente da loja virtual Mimo & Co Brasil, e uma calça jeans cinza, presente da titia Milena Faé.

roupas dos trigêmeos

Fora essas peças iguais, temos um conjuntos de bermudas iguais listradas, um conjunto de bermudas jeans, três camisetas brancas iguais e três camisetas azuis iguais. E só! Os sapatinhos iguais que usaram para compor o “look” que usaram no programa Encontro com Fátima Bernardes em fevereiro desse ano foram comprados nas lojas Renner mas também não eram iguais. Tinham cores diferentes no solado.

Ocorrem brigas na hora de escolher as roupas dos trigêmeos?

Sabe que não? Por enquanto, os meninos ainda não brigam pelas roupas. A única briguinha que me lembro foi porque o Marcelo gostava muito de uma camiseta da Galinha Pintadinha e, no verão, ele brigou com o Murilo porque eu escolhi aquela camiseta para ele. Mas, de maneira geral, eles não brigam. Tem um tênis do homem-aranha que eu sempre acho que vai rolar um stress. Isso porque ele tem luzinhas e aí penso que uma hora ou outra eles vão brigar. Mas até agora nada aconteceu.

roupas iguais 04No futuro, conforme forem crescendo, vou vendo a necessidade de separar as peças. Conforme eles vão escolhendo suas próprias coisas, a gente vai tentando adaptar. Duas gavetas para cada um na cômoda ficaria bom, não é? E as de cima para cuecas e meias.

Até mais!

5 comentários

  1. Angela Martins

    Gosto de seu jeito simples de ser com as crianças. Eles irão se espelhar em você serão simples também. Não há por que ter frescura e stress com roupas e calçados.
    Talvez seja diferente com a Mônica não?? Meninas exigem mais frufruzinho.
    Abraço.

  2. Ranni

    Tive amigas gêmeas na infancia e carrego essa amizade até hoje. Lembro que as roupas delas eram misturadas também. Apesar de ter duas saias de modelo igual as duas saias eram das duas meninas. Até na adolescencia era assim, só mudou quando adultas e quando foram para casas diferentes kkkk

    1. Michele Kaiser

      Hehehehe. Eu nunca convivi com gêmeos sem ser meus filhos. Deve ser bem interessante poder ver como eles se comportam em diferentes fases da vida… Um beijo!

  3. Linda história Michelle. .amo vc!!!!!

    1. Michele Kaiser

      Obrigada pelo carinho, querida!

Deixe seu comentário