Os trigêmeos da Larissa

Mesmo vindo de uma família com tantos casos de gêmeos, a paulista de Jaú-SP Larissa Schimidt de Campos Botelho, 21 anos, nem imaginava que poderia ter múltiplos também. Cinco meses antes da data do casamento com Reginaldo Lopes Botelho, 31, ela descobriu que esperava trigêmeos! Vem conhecer a história dos trigêmeos da Larissa!

trigêmeos da Larissa

A descoberta da gravidez de trigêmeos da Larissa

“A gravidez não foi planejada. Eu me casaria em 2014. Faltando apenas 5 meses para o casamento descobrimos a gravidez. Jamais imaginei que seria mais de um, apesar de minha avó paterna ter tido gêmeos 3 vezes, e meu pai ser um dos gêmeos dela. Na primeira consulta de pré-natal, eu disse ao médico que havia vários casos de gêmeos na minha família. Além da minha avó paterna, na família da minha mãe e do meu marido também tinha casos de gêmeos. O médico pediu logo um ultrassom pra saber, e nele já vimos as 2 ‘bolinhas’. Conforme ele foi fazendo o exame, apareceu a outra bolinha e eu e minha mãe chorávamos, ríamos… um misto de emoção!

trigêmeos da Larissa

Primeiro ultrassom dos trigêmeos da Larissa.

Liguei para o meu marido pra contar, e ele não acreditou. Achou que eu estava brincando! Só acreditou quando chegou em casa e viu as imagens da ecografia.

Passei a gravidez toda bem, não tive enjoo, e nenhuma intercorrência. Todos os exames sempre foram normais. Descobrimos que eram trigêmeos plurivitelinos, ou seja, dois idênticos e um diferente. Dois meninos e uma menina: Davi e Tiago são gêmeos idênticos e a Elena é diferente deles.

Me casei no dia 22 de novembro de 2014, com um barrigão de 26 semanas.

trigêmeos da Larissa

Grávida de 26 semanas no dia de seu casamento.

O nascimento dos trigêmeos da Larissa

Um pouquinho mais de um mês depois do casamento, no dia 24 de dezembro de 2014, com 31 semanas, nasceram Elena, Davi e Tiago. Elena (G1) com 1,420kg e 39cm; Davi (G2) com 1,370kg e 39,5cm; e Tiago (G3) com 1,580kg e 41cm. Foram direto para UTI neonatal.

Tiago aos dois dias teve apneia e precisou ser entubado, ficou uns 6 dias no tubo e logo se estabilizou. Acabou sendo o primeiro a sair da UTI, após 23 dias. Já Elena e Davi permaneceram lá durante 32 dias, mas sem intercorrências. Foram os dias mais difíceis pra mim. Foi difícil ter alta do hospital e ter que deixá-los lá. No hospital que eles estavam tinha visita 3 vezes ao dia, e eu estava lá em todas, era visita de uma hora cada. Foi um total de 39 dias para ter os 3 em casa.

trigêmeos da Larissa ensaio newborntrigêmeos da Larissa ensaio newborn

Depois que vieram para casa tive ajuda da minha mãe e da minha tia durante o dia. A noite era eu e meu marido mesmo. Até uns 2 meses atrás minha tia ficava comigo de manhã e minha mãe vinha a tarde. Hoje tenho ajuda da minha tia na parte da manhã e a tarde fico sozinha com eles, pois minha mãe precisou voltar a trabalhar.

Gosto de vestir os meninos iguais, eu geralmente consigo identificá-los pois em casa coloco sapatinhos diferentes. Apesar de serem bem parecidos, o comportamento dos dois é diferente, o jeito de falar também. Tiago é um grude comigo, já o Davi não. Porém os confundo algumas vezes”.

trigêmeos da Larissa

Davi, Elena e Tiago.

Leia outras histórias de mães que tiveram trigêmeos.

Você também tem trigêmeos e gostaria de contar sua história aqui? Me escreve para contato@ostrigemeosdamichele.com.br e eu te digo como! Até mais!

6 comentários

  1. Ela se casou um dia antes de mim *-* que legal!!!!

  2. Giuliana Sgrignoli

    Michele!
    Eu ainda não tenho filhos, mas adoro entrar no seu blog e ler sobre você e sua família! Me divirto, me emociono e aprendo com cada hostória que você compartilha. Seus textos são deliciosos de serem lidos, assim como as peripécias dessa turminha linda!
    Adoraria ver um vídeo dos meninos no elevador, em frente ao espelho, dizendo “mano!”, deve ser muito fofo!
    Parabéns pela família linda e especial que vocês construíram!
    Beijos!
    Giu

    1. Michele Kaiser

      Obrigada pelo carinho, Giuliana! Eles ainda são baixinhos e não se enxergam no espelho do elevador. Hehehe.

  3. Mariana

    Michele,
    Parabéns pelo blog e pela família linda que você tem!
    Também sou de Jaú-SP.
    Acompanho o blog desde a matéria do G1 (já faz um tempinho!), e sempre dou uma passadinha aqui para conferir as novidades sobre os ruivinhos e a Mônica.
    Sempre me divirto ou me emociono com seus posts!

    1. Michele Kaiser

      Muito obrigada pelo carinho e por nos acompanhar há tanto tempo! Você conhece a Larissa? Um beijo.

  4. Luana

    Que lindo laryssa, muito linda sua história

Deixe seu comentário