Como acabar com a barriga pós-parto

Uma das perguntas que mais me fazem é: Quanto tempo demorou para sua barriga voltar ao normal depois que você teve os trigêmeos? Recebo essa pergunta por e-mail com uma certa frequência, principalmente vinda de outras gestantes de múltiplos. Bem, sempre fico um pouco chateada em ter que responder a elas que, infelizmente, minha barriga não voltou ao normal. Mas hoje estou feliz por ter descoberto uma novidade para acabar com a barriga pós-parto!

Eu nunca fui do tipo magra, mas também não essa gordinha que me tornei depois dessa gestação de trigêmeos. Já falei no blog como ficou o meu corpo após gestação múltipla: cheia de estrias e com pele sobrando. Fiquei com a barriga do tipo avental (mesmo tendo usado cinta no pós-parto), coisa difícil de disfarçar com a roupa.

barriga pós-parto

5cm de comprimento e 1cm de largura

Junto com a barriga enorme de trigêmeos (fui até as 34 semanas!), ganhei de presente uma separação do músculo da barriga chamada diástase abdominal. Além dos problemas estéticos, essa separação do músculo abdominal pode comprometer a coluna, causando dor nas costas, e atrapalhando a postura. Até incontinência urinária pode causar. Eu tenho percebido que tenho mais dificuldade para segurar o xixi, mas nem imaginei que isso poderia estar relacionado.

Eu sabia que tinha a diástase, mas nunca tinha dado muita atenção para isso. Conversando com minha obstetra, ela me disse que meu caso com a diástase era cirúrgico, que o músculo só voltaria a se unir através de cirurgia e que eu poderia aproveitar a cirurgia para fazer uma abdominoplastia. Mas a verdade é que morro de medo de fazer esse procedimento!

Barriga pós-parto: Programa de reabilitação

Sabendo da minha insatisfação, minha amiga Gabriela Gama, do blog Aprendizados de Mãe, me recomendou a personal Gizele Monteiro, que tem mais de 15 anos de experiência nessa área. Ela é personal gestante e coach de mamães, especialista em corrigir problemas de diástase, postura e diversos outros probleminhas que nós mamães nos deparamos no pós-parto. Já faz três anos que tive os meninos e, mesmo faltando só 5 quilos para perder os 27 que engordei na gestação, a barriga está muito esquisita.

Conversando com Gizele, descobri que minha diástase tem 5 centímetros de comprimento, mas apenas 1 centímetro de largura! Meu caso nem é tão grave assim, mas a minha diástase está um pouco profunda. Ela disse que fazendo o programa de reabilitação eu tenho grandes chances de recuperar meu corpo pré-gestacional sem cirurgia. E, mesmo que eu não fique totalmente feliz depois do programa e ainda ache que preciso operar, a cirurgia corretora seria mais simples do que se eu fizesse agora.

O que eu mais gostei sobre a Gizele é que o foco dela é na saúde mesmo e ela quer nos ajudar a resolver nosso problema. Ela dá uma garantia incondicional de 30 dias para quem adquire o programa e ainda fala com as mulheres individualmente pelo whatsapp. Você pode baixar gratuitamente o ebook dela e conhecer o programa. Assim você faz os testes e descobre se tem diástase. Aí manda as fotos para ela pelo whatsapp e ela te orienta. Ao adquirir o programa, a gente tem que fazer os exercícios por fases e todos os dias. Mas é rápido e bem fácil.

Eu já estava fazendo alguns exercícios – como prancha abdominal – sozinha em casa. Mas ela me orientou que alguns desses exercícios não são eficientes agora que a diástase ainda está aberta. Na verdade, eles podem me prejudicar, então ela me encaminhou para a fase 1a do programa. Adorei esse contato pessoal com ela e a disponibilidade para tirar todas as minhas dúvidas!

Você pode conhecer e/ou adquirir o programa clicando na imagem abaixo. Eu iniciei há dois dias e daqui mais um tempinho eu volto para contar meus resultados! Até mais!

barriga pós-parto

1 comentário

Deixe seu comentário