O que fazer para a criança largar a chupeta?

Meus trigêmeos chuparam bico até cerca de 2 anos. Muitas pessoas me perguntam como fiz para eles largarem a chupeta. Como fazer uma criança largar a chupeta? Bem, a grande maioria das questões difíceis da maternidade são potencializadas quando temos filhos múltiplos. No meu caso, imaginem que difícil tirar a chupeta de três crianças! Mas, como no caso do bico, o fato de serem três, na verdade, facilitou.

O Murilo foi o primeiro a deixar o bico de lado. Quando tinha 1 ano e 8 meses, Murilo largou o bico. Depois de alguns meses, Marcelo e Matheus deixaram também a chupeta, meio que ao mesmo tempo. Um viu o outro rejeitar o bico e acabou rejeitando também.

Mônica nunca aceitou bico. Com cerca de um mês de vida, ela começou a chupar os dedinhos. Não conseguimos fazê-la parar com esse hábito e até hoje ela chupa os dedos pra dormir. Isso está causando problema de mordida aberta na minha menina. Por esse motivo (e também por serem três recém-nascidos ao mesmo tempo), resolvemos insistir para que os trigêmeos usassem a chupeta e funcionou. A chupeta foi uma aliada, amiga do peito. Me ajudou até a fazer os meninos largarem a mamadeira da madrugada (quando eles acordavam para mamar, eu enrolava eles com a chupeta e dormiam de novo).

Como eles largaram o bico

Como eu sempre perdia os bicos dos meninos, tinha comprado vários e guardado. Mas, um dia, o Murilo perdeu o dele e dei um de um tipo diferente que tinha ganhado da minha irmã. Só que com a vinda dos dentões do fundo, o Murilo roeu o bico e furou. Peregrinei as farmácias da cidade e não encontrei igual. Ela largou o bico porque simplesmente não aceitou substituto.

Matheus e Marcelo pararam de chupar o bico por vontade própria. Um dia eu não dei e eles não pediram. Eles sempre só usavam para dormir mesmo. Dormiram a primeira noite sem e foi indo assim. Eles não pediram, nunca reclamaram. Foi uma sorte tremenda.

Dicas para a criança largar a chupeta

criança largar a chupetaO abandono do bico não precisa ser algo traumático para a criança (e para os pais, que morrem de pena do filho!). Devemos agir com naturalidade. Eu achei que o Murilo ia sofrer muito sem seu bico, mas deu trabalho somente na primeira noite. Ele acordou super cedo e não tinha a chupeta para acalmá-lo e fazê-lo voltar a dormir. Por isso, na primeira semana pós largar o bico, ele madrugou todos os dias.

É importante que a criança perca o hábito de usar chupeta ou chupar os dedos até os 4 anos de idade. Prolongar o hábito pode causar mordida aberta e má oclusão dentária. Há indícios de que quando a prática é abandonada até essa idade, as alterações causadas se auto corrigem.

Algumas dicas que costumam ser eficientes:

  • Faça a criança ir largando o bico gradativamente. Primeiro, combine com ela que utilize somente para dormir ou quando está triste. Depois, vá tirando aos poucos, combinando com seu filho em que momentos ficar sem, utilizando reforços positivos, amor e paciência. Os pais devem trabalhar juntos pelo mesmo objetivo e usar de criatividade para distrair e motivar a criança.
  • Aproveite essa época de Natal. É uma boa ideia usar o Papai Noel como aliado para fazer a criança largar a chupeta. Explique para seu filho que o Papai Noel vai ficar muito feliz se ele largar o bico. Depois, leve seu filho para visitar o Noel em algum shopping e peça para o bom velhinho repetir aquilo que você explicou em casa.
  • Não faça chantagens do tipo: “o Papai Noel só traz presente para quem larga o bico” ou “mocinho(a) bonito(a) não usa chupeta”. Explicar para a criança e conversar é sempre melhor.
  • Não retire a chupeta em momentos de outras transições como a retirada das fraldas, início da escola ou mudança de endereço da família.
  • Tente distrair a criança para que não queira o bico. Por exemplo, tente fazer a retirada quando estiver viajando de férias. Talvez a criança esteja tão cansada de tanto se divertir que durma sem pedir o bico, como aconteceu aqui em casa.
  • O principal momento que as crianças querem a chupeta é para dormir. Para abandonar de vez o hábito, tente recriar o ritual do sono substituindo esse elemento. Por exemplo, meus filhos tinham 3 itens que levavam para o berço na hora de dormir: George de pelúcia, cobertinha azul e bico. Eu substituí o bico por um outro brinquedinho. Falei para eles que aquele era o novo companheiro da caminha. Funcionou bem.

Até mais!

1 comentário

  1. Muito boas dicas! Por aqui, usamos a velha tática do Papai Noel. E o adeus à chupeta foi mais fácil do que esperava.
    Contei tudo sobre a nossa experiência aqui:
    http://somelhora.com.br/index.php/2016/03/15/adeus-bico-chupeta/

Deixe seu comentário