Sono no balanço do carro

Estamos vivendo uma fase ótima com os meninos e a Mônica. Temos uma rotina legal, eles obedecem, participam das atividades, estão muito queridos! Mas tem um vilão nesta história: o sono no balanço do carro! Todos os dias na hora de buscá-los na escola estou sofrendo para que eles não durmam. O que fazer?

sono no balanço do carro

Marcelo e Murilo dormindo no fundão. O que fazer, Mônica?

No aniversário de um aninho dos meus trigêmeos, eu disse para uma das convidadas: “O melhor presente que uma criança pode dar para a mãe é fazer um ano”. Eu me referia ao trabalho que os filhos nos dão quando são tão frágeis enquanto bebês. É bem melhor quando fazer um ano porque já fica um pouco mais fácil de cuidar, apesar de eles ainda serem bem pequenos. Esta convidada me respondeu: “Melhor mesmo é quando fazer três anos”. Ela tinha razão. A fase que estamos vivendo hoje com os meninos está ótima!

Eles começaram a escola e evoluíram muito. Fizeram amizades, aprendem músicas e atividades diferentes todos os dias. Passam algumas horinhas fora de casa. Quando voltam, nos contam diversas coisinhas engraçadas. Fazem piada um com o outro. Eles fazem brincadeiras, tiram sarro da cara do irmão, riem juntos. O Murilo é o palhacinho da casa! Imita as pessoas, os bichinhos… O Marcelo bagunça muito, no bom sentindo. Faz brincadeiras que todos riem. O Matheus é mais dengoso, mas faz a gente se divertir muito também com suas risadas e o sorrisão forçado. Eles estão muito queridos. E também bastante obedientes.

Embora façam algumas birras e manhas (principalmente na hora da saída da escola), de maneira geral eles são crianças que obedecem muito bem. Dão a mão, levam a mochila. Claro que tudo com eles demora mais porque são quatro crianças para convencer a ir tomar banho, por exemplo. Se os quatro estão brincando com alguma coisa e a mamãe quer que parem para se arrumarem para a escola, ou para ir fazer xixi ou para irem comer, eles sempre dizem “não” primeiro. E se um diz que não, todo mundo copia. Mas eu vou levando um a um, convencendo, fazendo combinados, e tudo dá certo. Hoje em dia, o único inimigo que estamos tendo é: o balanço do carro.

O sono no balanço do carro

Todos os dias é a mesma coisa. Nossa rotina imposta é ótima e dá super certo, mas tem um detalhezinho que estou precisando mudar e ainda não sei o que fazer. Agora que iniciou o período de frio por aqui, eles acordam entre 7h30 e 8h, almoçam às 11h30 e vão para a escola às 13h. Ficam até às 17h20, horário que eu os busco sozinha. Nas segundas e quartas eu deixo eles brincarem no pátio coberto, que tem brinquedos. Mas nas terças e quintas eu preciso trabalhar às 18h, então os trago para casa.

Coloco todos no nosso carro de 7 lugares, em suas cadeirinhas. Mas agora está ficando escuro muito cedo. Cerca de 17h40 já é noite. A gente não mora longe da escola, mas dá uns 10 a 15 minutos de carro. É neste momento que a coisa fica feio para o meu lado. O balanço do carro é convidativo, está escuro lá fora. Eles acordaram cedo, e estão cansados da escola. Mônica coloca o dedinho na boca. Matheus começa a aconchegar a cabeça na cadeirinha. Eu estou dirigindo, preciso prestar atenção no trânsito. Vou conversando com eles, cantando música. Quando vejo, ninguém mais me responde. Os quatro dormiram! Pronto! Tô lascada!

Chego na garagem do prédio às 17h50. Tenho 10 minutos para estar na minha sala de aula (que fica no térreo) e há quatro crianças desmaiadas no carro. Ligo para a babá deles descer para vir me ajudar. Às vezes meu sogro (que também é meu vizinho), chega do trabalho na mesma hora e vem ajudar. É uma guerra! Ninguém quer sair do carro! Quatro crianças contra três adultos.

Geralmente a gente demora cerca de 15 minutos para conseguir tirar os quatro do carro. Eles vêm até o elevador muito brabos, chorando. Quem vê a cena se assusta. Um vai na onda do outro. Se um deles chora, todos choram. Se por acaso não estão chorando, se um começa os quatro choram. Até a Mônica. Em alguns dias, ela não dorme e nos ajuda com eles. Em outros, chora junto. Esse tem sido meu stress diário.

Tento evitar que durmam no caminho, para isso não acontecer. Geralmente levo um lanche para eles. Um pão de queijo ou um pacote de rosquinhas de polvilho. Nos primeiros dias funcionou. Apenas um ou dois chegavam dormindo. Mas agora eles estão dormindo com a comida na mão, de tão cansados. Já tentei também emprestar meu celular para eles virem vendo um vídeo ou jogando joguinho. Mas não adianta, pelo menos 50% da galera dorme. Aqueles que não estão segurando aparelhos eletrônicos caem de sono.

Ainda não sei o que fazer para evitar esse problema. Alguma sugestão?? Até mais!

9 comentários

  1. Laura

    Como os meus, sao dois apenas, um tablet passando desenho resolve. Existe uns prendedores para segurar o mesmo entre os encostos de cabeca do motorista e passageiro. Por aqui funciona!

    1. Michele Kaiser

      Pois é… mas além de terem quebrado meu tablet, ainda há o problema de eu precisar de dois para as duas fileiras de assento. Hehehe. Beijos!

  2. Cassia

    Tenta dar o celular com joguinho. Se for vídeos eles vão dormir mas com o jogo ficam mais distraídos. E tenta não deixar o carro quentinho, como tmbm moro em uma cidade fria sei que é difícil isso, mas o calor do carro da um soninho a mais.

    1. Cassia

      A esqueci. Tem que ter 1 celular pra cada. Kkk

  3. Francine

    Também tenho este problema com a minha filha. Entre a escola é nossa casa levo entre 10 e 15 minutos. Em geral consigo nque ela fique acordada cantando ou comendo. Quando vejo que estás alternativas não estão dando muito certo eu converso com ela programando alguma atividade que ela goste para quando chegarmos em casa. Mas tem dia que nada funciona mesmo, é só colocar no carro que ela já pede se pode dormir e vai se aninhando na cadeirinha. Não consegui pensar em outra alternativa. Boa sorte com teus pequenos. Bjo

    1. Michele Kaiser

      Difícil mesmo, né? Um beijo e boa sorte para você também.

  4. Joice Franco Pereira

    oi Michele, será que se você não comprar aquelas Televisões pequenas de carro e adaptar para que todos vejam algum filminho ou musica, será que não daria certo?
    Espero ter ajudado, ainda não sou mãe, mas amo o seu Blog e seus filhotes! São uns queridos.
    Bjos e boa sorte

    1. Michele Kaiser

      Penso nisso também… mas teria que comprar no mínimo duas. Nem assim sei se resolveria!! Obrigada pelo carinho!

  5. Maria Luísa

    eu não sou mãe mais que tal trazer um quebra cabeça ou um brinquedinho pros 4 para destrai-los e deixar o carro um poquinho frio.

Deixe seu comentário