O dia em que meus filhos quebraram a TV

Imagina se eu contar para vocês que meus filhos quebraram a TV da sala? E se eu contar que foi a terceira vez que eles fizeram isso? Vocês iam pensar que hoje é dia primeiro de abril?

Você provavelmente ia ficar chocado. Ia dar ‘graçasadeus’ que isso não aconteceu com você. Ia pensar “como essas pessoas foram idiotas ao ponto de deixar isto acontecer 3 vezes?” Três??? Iam pensar várias coisas que vocês fariam se estivessem no meu lugar. Pois é. Aconteceu pela terceira vez e eu não consigo decifrar se eu sinto mais raiva, remorso ou vergonha.

No dia 19 de outubro de 2015, os trigêmeos quebraram uma televisão de tela plana de 48 polegadas que meu pai tinha me dado de presente quatro meses antes. Um dos três atirou o controle remoto da TV em direção à ela. Não foi possível consertar porque precisava ser feita a troca do display, que, segundo a assistência técnica, custa 75% do valor do aparelho. Naquela vez, eu fiquei inconsolável, chorei muito, me culpei, pensei que meus filhos iam crescer e virar delinquentes. Mas me dei conta que eram crianças de apenas dois aninhos e que não tinham a menor noção do que estavam fazendo. Ficamos dois meses sem televisão, até que resolvi comprar uma nova porque fazia muita falta para eles e, principalmente, para mim. Pô, uma das minhas únicas diversões era assistir séries na Netflix!

A segunda vez que meus filhos quebraram a TV

Em 7 de março de 2016, cinco meses após terem quebrado a TV de 48 polegadas, quebraram a segunda televisão, de 42! Cheguei em casa do trabalho e nossa babá estava branca de susto, sem saber como me contar a triste novidade. Haviam atirado na televisão (não sabíamos qual dos meninos) um brinquedo. Chorei muito, me atirei no chão. Não acreditava que aquilo estava acontecendo pela segunda vez. Meu pai me emprestou uma usada dele até eu conseguir comprar outra.

Nesta ocasião, uma leitora do blog me aconselhou a mandar instalar um vidro que fizesse a proteção da TV. Me disse que não era uma opção excelente porque o vidro fazia um pouco de reflexo quando a luz da sala estava ligada ou durante o dia. Ainda assim, era melhor do que correr o risco de os filhos quebrarem outra vez. Ela tinha passado pela mesma situação do que eu, mas com intervalo de 15 dias.

Liguei para uma vidraçaria para encomendar o vidro. Como era necessário instalar peças para prender o vidro, me informaram que só fariam para mim através da encomenda de um marceneiro. Conversei com o marceneiro que havia feito o móvel que a TV ficava na minha sala e ele estava muito cheio de trabalho. Disse que ia encomendar o vidro e marcaria um dia para a instalação.

Passei quase três meses cobrando o marceneiro de vir fazer a instalação antes que as crianças quebrassem a terceira TV. Nunca conseguimos conciliar horário, o tempo foi passando, parei de procurá-lo porque me irritei e percebi que os meninos estavam crescendo e o comportamento estava mudando. Confiei nisso. Fui deixando… Deixei a TV sem proteção. Comprei uma TV nova e não instalei proteção de nenhum tipo.

A terceira vez que meus filhos quebraram a TV

É de praxe os meninos assistirem TV de manhã. Eles assistem e brincam e conversam ao mesmo tempo. Eu normalmente levanto às 7h, antes deles. Mas desde que terminou o horário de verão eles têm acordado entre 6h15 e 6h30 e diversas vezes meu marido deixa a TV ligada para eles e sai de casa para ir à academia, enquanto eu fico na cama até às 7h.

No domingo passado, Matheus começou a passar mal. Teve diarreia e vômito. Preocupada, coloquei ele para dormir comigo e meu marido foi dormir no quarto da Mônica. Cuidei dele até cerca de 2h da manhã, quando ele finalmente dormiu. No dia seguinte, os irmãos acordaram cedo, como sempre, e ficaram brincando na sala. Meu marido acordou e foi para a academia cerca de 6h45. Eu estava cansada e não levantei. Teria compromisso apenas às 9h. Ele ligou a TV da sala para o Marcelo e o Murilo ficarem assistindo e saiu. Matheus ficou deitado comigo no meu quarto e eu cochilei novamente. Mas ele levantou e foi brincar com os irmãos na sala.

Cerca de 7h45, os três entraram no meu quarto dizendo que eu tinha que ir lá na sala ver uma coisa que tinha acontecido. Cheguei lá e encontrei essa cena:

meus filhos quebraram a TV

A quantidade de brinquedos jogados no balcão. Haviam sido arremessados contra a TV.

Eles disseram que tinha começado um “desenho feio” e eles não queriam ver. Em vez de desligar a TV, decidiram atirar coisas nela. A coitada da TV até resistiu porque tinha tantas marcas de brinquedo que acho que até demorou para ela sucumbir.

Bem, primeiro eu coloquei os três sentados no sofá e descobri que todos tinham atirado. Incluindo o Matheus, que tinha passado as últimas horas doentinho. Depois de muito brigar com eles, chorei. Eles me viram chorar e não sabiam o que fazer. Não sei se entenderam o que aconteceu. Depois, me deu um arrependimento danado de não ter ido atrás do tal vidro para proteger a TV. Depois, me deu medo de contar para o meu marido o que tinha acontecido. Por último, senti vergonha de contar para alguém que era a terceira vez que meu filhos quebravam uma TV de 2 mil reais.

Meus filhos, de maneira geral, são bastante comportados. Na escola, escutamos elogios. Quando saímos com eles para festinhas ou eventos, eles geralmente se comportam muito bem. Mas em casa eles costumavam destruir os brinquedos que ganhavam e os brinquedos da mana Mônica. Sempre senti muita pena dela por eles encontrarem os brinquedos dela nos esconderijos e acabarem com eles.

Mas fazia tempo que isso não acontecia. Eles vinham sendo mais maduros e cuidadosos. Nunca imaginei que eles repetiriam este comportamento de atirar coisas à TV. Por que não me levantei mais cedo na segunda? Ah, mas eu tinha dormido às 2h e estava achando que merecia dormir mais alguns minutos. Ai, que triste.

O que fazer?

Os meninos estão de castigo. Eu disse que não vão ganhar presente nem chocolates na Páscoa (tínhamos falado que a Páscoa está chegando) por causa da TV. E, obviamente, não comprarei uma televisão nova tão cedo. Fui muito dura com eles na segunda. Não sorri, não conversei, e quando falavam comigo eu dizia que eu ainda estava brava por causa do que tinham feito.

Eu sinceramente não sei o que fazer sobre o assunto. Já senti raiva e também remorso por ser dura com eles. Mas acho que eles precisam entender o que aconteceu para não fazerem novamente. Afinal, meu dinheiro não é capim, dinheiro não nasce em árvore e eu já tenho muita conta pra pagar com quatro filhos! Sou uma pessoa com renda média, não tenho condições de ficar comprando uma TV nova por mês. E mesmo que tivesse, acho que eles precisam entender que não podem destruir as coisas deles e as dos outros deste jeito. Coitada da Mônica, não pára de dizer: “ah, que pena que os maninhos quebraram a TV, eu queria ver”.

Bem, meu conselho à você que tem televisão em casa: coloque uma proteção. Essas coisas acontecem com mais frequência do que você imagina. É um belo prejuízo, mas sei que estão bem, que não morreu ninguém, que ninguém se machucou. Mas meu bolso, ah… Esse coitado está sofrendo horrores!!!

Até mais!

24 comentários

  1. MEUDEUS Michele
    fiquei qrendo chorar só de ler
    a nossa única tv deu problema em dezembro, passamo 1 semana sem tv e foi complicado
    ela voltou da assistência mas n voltou a pegar direito e tá lá até hj
    estamos com uma tv emprestada pq n podemos por agora comprar uma nova
    imagina vc q tá na 3ª perda?! Boa sorte aí!

    e n se sinta culpada por ser dura com eles qd realmente precisa
    eles são crianças mas precisam entender q tds os atos tem consequencias!

    Bjooos

    1. Michele Kaiser

      Obrigada pelo apoio, Fernanda.. Não é fácil. Da outra vez paguei em várias vezes. Agora vou ficar sem mesmo. Porcaria! Beijos!

  2. Livia

    Sem bei como é….meu filho quebrou a nossa de 48 polegadas com menos de 1 mês de uso…numa brincadeira voou um martelinho de plástico….é de chorar! Compramos outra faz pouco tempo e o medo é permanente kkkk…rir pra não chorar mais!

    1. Michele Kaiser

      Pois é, Lívia! E o que fazer para protegê-las? Será que essas marcas de TV não podiam vender já com uma proteção? Meu pai tinha há uns 15 anos uma TV de tubo com vidro na frente… Aiaiaiai… Que dó do nosso dinheiro.

  3. Sinceramente..muito difícil controlar a energia de 3 crianças da mesma idade juntas… tenho gêmeos… costumo falar que um tem uma ideia…o outro acha ideia genial e colocam em prática juntos…eles têm o apoio de um ao outro em todas as horas.. inclusive (é principalmente nessa idade) para fazer bagunça… imagino 3 juntos da mesma idade…
    Não adianta a gente querer comparar nossos filhos com crianças que não tem irmãos…ou que tem irmãos em idades distantes….. É muito diferente…
    Da raiva? Pra caramba! Da vontade de chorar? Ja perdi as contas de quantas vezes chorei de frustração pq ficava com essa ideia na cabeca que meus filhos são desobedientes….mas temos que lembrar que eles estão sendo crianças e não mini adultos. Depois que coloquei isso na cabeça tenho visto com outros olhos muitas coisas e evitado várias outras tb….na minha casa eu tenho que colocar monte de coisa para o alto..esconder mais um monte de coisas…pq sim..tenho 2 crianças de 4 anos em casa..que são fortes…saudáveis.. e amam descobrir o mundo para matar a curiosidade que elas têm…. e o principal…estão com o melhor amigo/a (irmão gêmeo) em casa morando junto e dando apoio em qualquer situação….então eles vai aprontar mesmo.
    Eu perdi 1 TV aqui tb… meu filho (tenho 1 casal de gêmeos) pegou um spray de água e espirrou na TV inteira…queimou tudo..para arrumar ia ficar quase o preço de uma nova….desistimos….ficamos 1 ano sem TV (pegamos um monitor de computador no lugar..super pequeno) e ficamos nesse 1 ano falando que não tinha TV pq eles quebraram…. compramos uma a pouco tempo…. É rezar para não acontecer de novo…mas o risco existe…

    E viva nossas crianças!

    1. Michele Kaiser

      Você sentiu na pele! Me sinto uma idiota, sabia? E quando contei para uma tia minha, ela disse que eu fui muito ruim com os meninos… Hehehe. Eles são crianças mas queria tanto que entendessem a seriedade do que fizeram. Que difícil, né? Beijos!

      1. Cassia

        Nao acho que vc foi ruim.. O problema que realmente vc nao vai cumprir sua promessa de nao da nada na pascoa.. Aí começa o problema.. Por que vão achar que não importa o que vc fale não vai cumprir. Conversa com a Mônica sobre o dia da Páscoa.. Da pra ela ovo e para eles uma coisinha tipo cx de bobom avisa.. Vcs só vão ganhar isso por que quebraram a TV. Pelo menos assim eles n ficam sem nada e tmbm sente que não ganharam nada.pelo menos seria o que eu faria. Já que na hr de raiva falamos as coisas E não pensamos se vamos cumprir mesmo.kkk

  4. Tassi

    Miche se optar por colocar vidro como proteção tenha em mente que vidros se despedaçam inclusive em formato de pontas!!!! Muito cuidado!!!!

    1. Michele Kaiser

      Pois é, mas é bem mais difícil, né? Vidro temperado com película. Beijos!

  5. Maíra

    Oi Michele!
    Nossa, semana passada acabei de ler todo o seu blog, sim li todos os posts hehhe, mas ainda não tinha tido tempo de parar pra escrever um comentário. Aí hoje resolvi vir aqui , leio o título desse post e pensei: será que ela vai contar novamente as vezes que os meninos quebraram a tv? E fiquei surpresa quando vi que foi uma terceira vez!! Michele do céu, vc contando parece até mentira né?! Posso imaginar a raiva, eu nem sei o que faria… Espero q eles tenham entendido e que sua futura tv fique a salvo!
    É uma pena q eu tenha chegado ao fim da leitura dos posts, o blog era realmente uma companhia nas madrugadas em q estou amamentando (minha filha, Luísa, tem 1 ano e 3 meses e sim, ainda acorda pra mamar! Aí eu so ficava pensando e se fossem 3?! O que eu ia fazer? Até cheguei a sonhar que estava grávida de trigêmeos kkkkk). Adorei conhecer sua história, seu dia a dia e só posso dizer parabéns pela sua família!! Vcs fazem um ótimo trabalho! E além de tudo seus filhos são lindos, uns amores!
    Ah e como estava lendo em sequência, fiquei curiosa com duas coisas que vc não falou mais… Sobre um Natal que vc fez no seu prédio, os marcadores de lugar que vc escolheu e se os meninos conseguiram ficar até o fim da festa hahahah coisa boba, mas parecia que eu estava lendo um livro e aí faltou uma parte hehe
    Enfim, um super beijo pra vocês! ❤️ Vou continuar acompanhando vcs por aqui e pelas redes sociais
    (inclusive adoro ver os vídeos depois de ler sobre aqui no blog ).

    1. Michele Kaiser

      Nossa, Maíra! Que legal saber que você vinha lendo todos os posts! Parece que terminou um livro mesmo…

      Sobre sua dúvida sobre o Natal, em nosso canal do YouTube eu fiz a sequência de vlogmas em 2016 e 2017. Os últimos vídeos destas duas playlists contam como foi a festa. Te adianto que em 2016 a babá passou conosco e levou eles para o apartamento às 23h30. Em 2017, eu levei no mesmo horário e a festa continuou.

      Continue nos acompanhando e me escrevendo!

      Um beijo!

  6. Tatiane

    Olha! É triste, mas uma coisa que funcionou lá em.casa com meu filho foi o seguinte: ele sempre jogava os brinquedos, ou estragava os que ganhava, as vezes não se comportava…até o dia que recolhi todos, mas qdo digo todos, foram TODOS OS BRINQUEDOS DELE. Ele ficou sem nada durante três meses. Falei que o guardião dos brinquedos levou os brinquedos para as crianças que cuidavam. Quando ele voltasse a se comportar, ou começasse a cuidar das coisas o guardião iria devolver aos poucos os brinquedos! Foi um santo remédio! Hj ele pensa duas vezes antes, pois sabe que o guardião vai voltar. Ele tem 4 anos! E foi uma experiência ótima. Fui muito questionada por outros pais, mas depois de um tempo estes mesmos país me pediram se funcionou pq iriam usar com seus filhos! Assim eles começam a dar valor é a ver que custa caro e que tem crianças que não tem nada! Fica a dica!!! Beijos e boa sorte!!!

    1. Michele Kaiser

      Fico em dúvida se meus meninos entenderiam… E ainda por cima tem horas que eles enchem tanto nossos ouvidos que precisamos dos brinquedos para entretê-los… Não sei o que fazer para entenderem a seriedade da coisa… Beijos!

  7. Danilo Brito

    Oi Michele!

    Sou o marido da leitora (Ana Cristina) que te indicou a colocar o vidro na frente da TV. Passamos pela mesma situação, duas vezes, num intervalo de 23 dias. Nossos gêmeos, Davi e Pedro, também conseguiram essa proeza. Uma das TVs foi arrumada, mas a outra, com apenas 20 dias de uso, está guardada na caixa, com a tela toda trincada a quase 3 anos. Ainda não tive coragem de jogá-la fora.
    Seus filhos são lindos e são normais. Jamais se culpe pelas atitudes deles é muito menos pelas suas, achando que deveria ter feito diferente ou agido de outra forma… se a maioria dos pais erram tentando criar e educar apenas um, imagina quem tenta com dois ao mesmo tempo… melhor, imagino você, no caso, com três mais uma princezinha um pouco mais velha que deve lutar para conseguir um espaçozinho e tempo com a mãe…

    Parabéns pela bela família e que “A força esteja com você!”

    1. Michele Kaiser

      Obrigada pela força, Danilo!! Dói bastante a perda da TV, a culpa por achar que os filhos estão se tornando delinquentes e a sensação de impotência de pensar que não sabemos educá-los. Obrigada mesmo pelo apoio moral. Um abraço!

  8. Bruna

    Michele o que você vai fazer quando chegar a pascoa? A Monica ganhará o ovo e os irmãos não. Como será que vão reagir?

  9. Gabriela

    Poxa, Michele, que chato! Imagino a sua frustração qnd isso aconteceu pela terceira vez. Mas não se culpe tanto, nem pense que foi dura demais. Eles precisam entender que as coisas devem ser cuidadas….boa sorte!

  10. Olá! Uma amiga sempre me falava ” você tem que seguir os trigmeos da michelle, eles são lindos.”. Um dia entrei no blog e adorei. Agora minha mãe que tá descobrindo e adorando.
    Ainda não tenho filho (estou no processo de começar a pensar em casar), mas amo crianças e adora ver os meninos e a mana Mônica.
    Isso da tv é complicado, mas acho que com o castigo, eles vão entender.
    Você falou que gosta muito de netflix, né? Assiste no celular antes de dormir!! Lá em casa, a netflix fica travando na tv.. Sempre vejo no celular!
    Pelo menos dá pra quebrar um galho, né?
    Beijos!

    1. Michele Kaiser

      Obrigada pelo carinho e pela dica!!! Um super beijo para você e para sua mãe!

  11. Cassia

    Na sua segunda tinha te dado a dica.. Tem uns acrílicos que coloca na frente da TV, ele vai parafusado na parede mas fica a uns 2cm da TV. Tem acrílicos bem bons que não muda a imagem nem fica feio na TV. Dá próxima tenta investir nisso que antes um acrílico do que a TV. Kkk compra em loja que faz box para banheiro explica como vc quer e pra que.. Que eles fazem.. Foi a solucao da minha tia mãe de gêmeos.kkk o acrílico ela trocou 2x já.. Por que de tanto jogar coisas ele acaba cheio de marcas. Mas a TV esta viva.kk

  12. Gislaine

    Michele, te entendo perfeitamente. Fomos passear com os meus gêmeos de 3 anos e meio nas férias, levamos ao Beto Carrero, danos toda a atenção e tudo o que pudemos. No retorno, um deles, de brabo atirou seu tablet no chão, e destruiu a tela pela segunda vez. Na primeira mandei arrumar. Desta vez não mandarei. E se mandar para o conserto, o tablet ficará comigo ou emprestarei para a avó usar.
    Chega de dar colher de chá a eles.
    Aqui em casa a palmadinha funciona sim quando é preciso e o castigo também.
    Beijos

    1. Michele Kaiser

      A gente se pergunta: onde foi que eu errei? Hehehehe. Não é fácil. Beijos!

  13. Cristina

    Estou me sentindo um lixo. Tenho uma abençoada de 4 anos que conseguiu fazer essa proeza de quebrar a tv de casa pela segunda vez. Não sei nem explicar o que dou sentindo, sem falar que também me sinto culpada por não ter colocado a película na tv por que achava que ela tinha entendido e não iria mais quebrar. Dessa vez agora não vou mais comprar tv, ela vai ficar sem até ter entendimento de cuidar das coisas!

    1. Michele Kaiser

      Aqui já foram 3 vezes. Acabei comprando a terceira. E eles quebraram. Disse que não ia comprar, mas comprei a 4a. A gente não gosta de ficar sem TV. É a minha diversão também…

Deixe seu comentário